Decidi transcrever esta entrevista que Fanny Van Laere, fundadora do Instituto Internacional Bioflow, fez em uma de suas imersões para JJ Tebet, do programa “Viver o Fluxo”. Acredito que os pontos chave da técnica de Respiração Bioflow estão contidas aqui. O vídeo original tem mais de vinte minutos de duração, e achei que uma transcrição — tomando algumas liberdades para traduzir algumas expressões que são mezzo em português, mezzo em espanhol pela Fanny — seria interessante leitura. Também tomei a liberdade de acrescentar algumas pontuações que fazem mais sentido para um conteúdo escrito. O link para o vídeo original encontra-se aqui. Boa leitura!

Olá eu sou JJ Tebet do “Vivendo o Fluxo”. No vídeo de hoje falaremos sobre renascimento Bioflow. Para quem não conhece, Renascimento Bioflow é uma técnica de respiração que permite a superação de traumas e bloqueios emocionais. Mas para falar sobre isso eu tenho a honra de apresentar Fanny Van Laere. É um prazer te receber aqui!

— É um prazer para mim também.

Muito obrigado por abrir um espaço na sua agenda durante o Retiro. A gente sabe como é difícil separar um tempo num momento de tanta dedicação, de tantas pessoas envolvidas. Muito obrigado mesmo!

— É um prazer.

Gostaria de começar esse assunto apresentando para as pessoas o que é o renascimento… Como é que a gente poderia explicar em algumas palavras o que seria o renascimento, essa técnica tão transformadora?

— O Renascimento é uma técnica de respiração para desbloquear os bloqueios emocionais, que na verdade estão refletidos no mecanismo respiratório. Quando somos pequenos todos nós respiramos com toda a nossa capacidade respiratória, só que quando começamos a acumular bloqueios emocionais, quando começamos a sentir dor em nossas vidas e não sabemos — por falta de apoio — como lidar com isso quando somos crianças, o jeito de reprimir é inibindo a respiração para não sentir. Assim sentimos menos, mas fica um bloqueio no mecanismo respiratório e fica um distúrbio de respiração que depois na vida adulta dará problemas emocionais e problemas de saúde.

Então essa técnica de Renascimento Bioflow é uma técnica que ajuda a desbloquear o mecanismo respiratório o que significa muito mais que simplesmente ter mais saúde por respirar melhor. Também significa que a gente recupera a liberdade emocional e uma conexão com a nossa verdadeira natureza que está dentro de nós.

E essa sistemática de criar bloqueios a partir das nossas experiências, ela começa muito cedo, até mesmo antes do nascimento, e o momento nascimento é de uma grande importância. Como é que o renascimento enxerga isso nessa questão do nascimento na vida das pessoas?

— O nascimento é também nossa primeira respiração. É um momento muito interessante porque é nossa primeira experiência social, porque é a primeira vez que nos encontramos com pessoas fora da barriga (da mãe). Mas também é a primeira experiência de solidão porque o cordão umbilical vai ser cortado e ficamos separados da mãe.

Então a primeira respiração são as primeiras impressões de estar em um corpo físico fora do útero e no universo. Essas primeiras impressões deste mundo vão ficar gravadas no corpo através da primeira respiração, e como esta é a primeira experiência fora do útero, se for uma experiência amorosa ou se for uma experiência com violência, qual foi a primeira mão que nos trouxe — foi a mão da mãe ou do pai, ou a mão de um desconhecido — com que tipo de emoção ou de energia, tudo isso vai ficar gravado como a primeira experiência de vida. E através desta primeira respiração temos o registro se este universo é um lugar de amor, um lugar onde me sinto bem recebida bem-vinda ou não, ao contrário. Então a primeira experiência vai condicionar muito nossa interpretação da vida posteriormente

Podemos dizer que estas experiências, esta primeira experiência, reflete inclusive na vida adulta?

— Sim, claro, porque é uma memória, é uma memória inconsciente então a gente não lembra, mas toda a interpretação que a gente faz do mundo e também o tipo de experiências que atraímos estão condicionadas por nosso inconsciente. Quanto mais antiga é esta experiência — e com certeza o nosso nascimento é uma das memórias mais antigas — claro que também temos todas as experiências durante a gravidez né, mas quanto mais antiga a experiência mais impacto vai ter sobre nós. Porque foi uma das primeiras experiências.

Então a partir do momento que a pessoa tem contato com o Renascimento e passa pelas primeiras sessões ela passa a desbloquear o mecanismo?

— Exato

Então como é que a gente pode explicar os benefícios do renascimento em relação ao relacionamento com as pessoas?

— O jeito de me relacionar com as outras pessoas é na realidade um espelho de como eu me relaciono comigo mesma. O problema é que a maioria das pessoas não têm suficiente autoconhecimento. Então realmente para se ter um relacionamento saudável a base é ser consciente das próprias emoções. É todo um trabalho de autoconhecimento, estar em contato com as emoções, saber reconhecer essas emoções, ficar em contato com elas. A maioria das pessoas estão identificadas com sua mente então não estão conscientes de suas emoções e de como isso estão criando e construindo suas vidas e o seu relacionamento com outras pessoas. A partir do momento que eu estou consciente de minhas emoções e estou em contato com elas, num segundo momento eu vou poder me responsabilizar por estas emoções em vez de projetar estas emoções em outras pessoas e nas circunstâncias da minha vida.

O que fazem a maioria das pessoas hoje em nossa sociedade na qual a gente vive — e a maioria das pessoas não são conscientes de suas emoções por falta de autoconhecimento — é que projetam essas emoções em outras pessoas e culpam as pessoas e as circunstâncias. De alguma forma, é como elas se sentem vítimas. E aí perdem o poder de criar relacionamentos amorosos, mais conscientes, de mais colaboração. E repetem experiências de dominação / submissão inconsciente, repetem condicionamentos sociais. Quando a gente não é consciente repete os padrões inconscientes que aprendemos durante nossas vidas.

Agora… comumente as pessoas dizem que tem traumas que as pessoas nem lembram… “Poxa eu nem sei o que aconteceu na minha infância…” e a partir do momento que as pessoas têm as sessões Renascimento, isso começa a vir à tona. Isto com certeza desperta um medo, um receio das pessoas em relação a isso. Como é que a gente pode falar para pessoa que não conhece isso, Como Renascimento lida com esse fato?

— Em geral desperta um medo pois as pessoas acreditam que para superar uma lembrança, uma memória traumática, tem que passar de novo por ela. Mas a base da psicologia espiritual não é essa. Não precisamos passar de novo por isto, porque vamos primeiro reforçar a autoestima e encontrar ferramentas de poder pessoal. No momento em que a pessoa se encontra com a memória celular destes traumas ela vai poder olhar isso com desapego, e com os recursos que precisa para solucionar.

Inclusive vai ter um aprendizado muito interessante, muito positivo destas experiências que foram traumáticas quando aconteceram por uma falta de apoio, na verdade.

Então quando passamos por essas experiências com apoio, com amor, com desapego, com consciência, não é doloroso, pelo contrário, é um alívio e uma alegria.

Falando em alegria, a felicidade é um estado que todas as pessoas buscam e muitas vezes a felicidade pode ser uma coisa efêmera, rasteira — e acaba sendo — vivendo só aquele momento não, uma Felicidade Plena. Uma vez desbloqueados traumas, esses bloqueios… essa Felicidade Plena Pode surgir, não?

— Com certeza. Para mim a felicidade é o resultado de três coisas: A primeira, já falamos um pouco disso e é a base… na verdade as outras são consequências desta primeira. Então a primeira é se responsabilizar por suas emoções e fazer um trabalho de cura dos traumas e das emoções negativas que ficaram bloqueadas. A partir daí a vida começa a fluir. Essa é a primeira condição. É esse trabalho interior que como resultado vai dar felicidade para as pessoas. Depois, como resultado disso, quando a pessoa está mais consciente de suas emoções e está fazendo esse trabalho de cura interior então começa de forma espontânea, natural, a conectar com sua própria essência. Sua própria natureza, a vida que está dentro de nós, a inteligência que está dentro de nós.

Como resultado disso vai encontrar um sentido mais profundo para a vida. Não é possível encontrar a felicidade plena sem encontrar um sentido profundo para a vida, e encontrar seu propósito de vida. Quando a pessoa já tem uma clareza emocional maior, começa a ter mais clareza sobre o porquê nasceu, que tipo de trabalho poder fazer para ser feliz e contribuir para que esse mundo seja melhor.

Isso para mim é a segunda causa de felicidade, estar em seu propósito de vida, encontrar um sentido mais profundo da vida.

E como resultado disso, e isso seria a terceira causa de felicidade, a gente fortalece emoções positivas em sua vida diária. Encontrar a motivação, encontrar alegria e encontrar o jeito natural, como resultado desse trabalho, de desfrutar plenamente do aqui agora e de desfrutar das pequenas coisas da vida. Porque na realidade o que trás felicidade para a gente não são coisas complicadas, mas simplesmente desfrutar cada momento e dar um sentido profundo para as coisas. É o fortalecimento de esta consciência de todo o amor que existe na vida, o fortalecimento de emoções positivas dentro de mim mesmo. Como eu falava, é o resultado desse trabalho de eliminar os traumas e as emoções negativas nascidas de experiências de dor.

Na visão do Renascimento Bioflow, como obtemos a prosperidade?

— A prosperidade é a conexão com quem realmente somos, então, é um estado natural. De fato, todos nós durante a gravidez não tínhamos que fazer nada, recebemos todo o alimento e energia que precisamos para desenvolver nosso corpo. Existe uma inteligência universal, uma Inteligência Divina, como um programa dentro de nós que faz com que as coisas funcionem. O problema é que nos desconectarmos desta inteligência que está dentro de nós e aí começam os problemas, que poderíamos chamar de escassez. Na realidade a escassez — de felicidade, de abundância, a falta de confiança na Vida — é devida a esta desconexão da vida dentro de nós, com quem somos realmente.

Minha visão da prosperidade é reconectar com a Vida que sempre está fluindo e sempre está nos apoiando, Quando eu supero minhas crenças de escassez inconscientes posso fluir de novo com a Vida. Para mim, prosperidade é poder ter tudo que eu preciso para poder estar em meu propósito de vida e de um jeito fácil e confortável poder dar a mensagem que eu tenho que dar para o mundo. Tenho certeza que cada pessoa tem um propósito de vida, nasceu por alguma razão, e tem uma contribuição importante para fazer para todos nós então a prosperidade é ter os recursos tanto interiores como exteriores — como o dinheiro se é preciso — para poder fazer esse trabalho que contribuirá e apoiará a evolução da consciência nesse planeta. Algumas pessoas, para seu propósito de vida, precisam de poucos meios materiais e pouco dinheiro e outras precisarão de muito, então todos nós merecemos ter todos os recursos. A prosperidade é muito mais que dinheiro, o dinheiro é uma pequena parte, mas às vezes precisamos de grandes quantidades de dinheiro para poder ajudar a mais pessoas neste planeta. Então dependendo do propósito de vida nós vamos precisar de umas coisas ou de outras, aí já depende do caminho de cada um.

E como a pessoa pode conhecer como funciona o Renascimento Bioflow?

— Pode fazer sessões individuais, com algum profissional formado por nossa escola, são sessões de aproximadamente duas horas, duas horas e meia. E também para as pessoas que querem aprofundar mais e mergulhar mais em seu processo pessoal, ai é muito recomendado fazer retiros de uma semana. Temos três retiros diferentes. Em todos os módulos praticamos sessões de respiração todos os dias e a pessoa aprende toda técnica, mas cada módulo está focado em um tema específico. Temos um módulo de roteiro de nascimento, tem outro módulo de cura da criança interior e temos um módulo de propósito de vida. E para as pessoas que já fizeram esses três módulos e conhecem bem a técnica e fizeram todo esse processo — e que muda a vida da gente, porque é um programa bem profundo.

Estes três módulos podem ser feitos em ordem diferente. Para a pessoa que quer fazer a formação profissional tem que passar pelos três módulos para ter o diploma profissional e poder ser renascedor. Mas muitas pessoas fazem também este programa só para seu desenvolvimento pessoal e felicidade em suas vidas.

Quem costuma frequentar mais os retiros: homens ou mulheres?

— Os dois, os dois… um tempo atrás tínhamos mais mulheres mas agora os homens também estão começando a vir. Porque é um despertar da consciência geral, e os homens estão cada vez mais conscientes, cada vez num poder mais amoroso, e cada vez mais o homem é consciente de que quer ter melhores relacionamentos, de que é possível ter um trabalho com menos esforço. Na nossa sociedade existe muita dor com o masculino, pois o grau de exigência que a sociedade tem… o homem sempre teve um papel de ser o provedor da família, era mal visto ele estar em contato com as suas emoções…. ou inclusive a paternidade consciente. E graças à Deus tudo isto está mudando, são cada vez mais homens que querem encontrar uma masculinidade real, consciente. não algo construído pela sociedade, que é algo artificial, e que na verdade cria muito sofrimento, e é um tipo de masculinidade que está muito relacionada com a exigência e a violência. Graças a Deus temos cada vez mais homens que são conscientes, bem masculinos que querem se aprofundar mais em sua capacidade de serem homens conscientes e desenvolver outro tipo de vida mais feliz e mais saudável.

Inclusive eu posso testemunhar isso pois eu já fiz os retiros, já participei dos módulos e realmente o transformador indico para qualquer homem.

Fanny, em breve seu livro vai ser lançado no Brasil, um livro sobre o poder feminino. Pode falar um pouco sobre ele inclusive pegando o gancho nessa questão da masculinidade na sociedade?

— Eu escrevi um livro, alguns anos atrás em espanhol, chamado “O Ressurgir do Feminino” que é na realidade o ressurgir da consciência das emoções, e de um poder mais amoroso. E eu sei que no Brasil poucas mulheres têm a oportunidade de se desenvolver, de se expressar, ainda estamos num mundo onde existe muito machismo. Então, a mulher tem muitas feridas com isso, existem muitos abusos também. Todos estes condicionamentos sociais, fizeram com que a mulher perdesse a fé em seu próprio poder. Em Bioflow acreditamos que qualquer mulher pode ter a vida que realmente deseja, pode tomar as rédeas de sua vida, ser uma mulher poderosa — com amor — e ser uma mulher livre. Temos todo um trabalho e em meu livro “O Ressurgir do Feminino” falo disso. De como as mulheres, entre nós, nos apoiamos, e os homens também como apoiar as mulheres, para se tornar mais livres, mais independentes, e ter mais força, mais autoestima e obviamente isto não beneficia só as mulheres, isso beneficia também os homens, porque aí vamos ter relacionamentos muito mais harmoniosos, e muito mais amorosos. Tanto os homens quanto as mulheres curam suas feridas e encontram a paz dentro deles.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s